Um Novo Conceito de Lascamento no Sul do Brasil: debitagem laminar na foz do rio Chapecó (SC/RS)

Autores

  • Sirlei E. Hoeltz Archaeo Pesquisas Arqueológicas Ltda
  • Antoine Lourdeau Muséum National d’Histoire Naturelle
  • Sibeli A. Viana Pontifícia Universidade Católica de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2015.114852

Palavras-chave:

Tecnologia lítica, tecnologia laminar, Holoceno Antigo, Tradição Umbu, pré-história brasileira

Resumo

Este artigo apresenta o estudo tecnológico das coleções líticas de três sítios arqueológicos localizados próximos à Foz do rio Chapecó (Alto Alegre 3, Linha Policial 1 e Linha Policial 3), nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, datadas do Holoceno antigo e associadas aos materiais arqueológicos da Tradição Umbu. Apresentaremos um esquema operatório de produção de lâmina, descrito pela primeira vez na pré-história brasileira. Apesar da ausência de núcleos, pela análise das lâminas observamos os métodos e as técnicas de produção das mesmas e os seus potenciais funcionais. Com este estudo afirmamos a necessidade de maior desenvolvimento de estudos tecnológicos detalhados para melhor entendermos o povoamento do Brasil em toda a sua complexidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-20

Como Citar

Hoeltz, S. E., Lourdeau, A., & Viana, S. A. (2015). Um Novo Conceito de Lascamento no Sul do Brasil: debitagem laminar na foz do rio Chapecó (SC/RS). Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (25), 3-19. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2015.114852

Edição

Seção

Artigos