Urbanização, Transformações Espaciais e Pressupostos para Leitura Patrimonial em Guarulhos

Autores

  • Fernando Atique Departamento de História, Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas, Universidade Federal de São Paulo
  • Giorgia Burattini Graduanda em História. Departamento de História, Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas, Universidade Federal de São Paulo. Bolsista PIBIC-CNPQ.
  • Michele Dias Graduanda em História. Departamento de História, Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas, Universidade Federal de São Paulo. Bolsista IC-FAPESP.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2016.119018

Palavras-chave:

Urbanização, Tramway da Cantareira, Rodovia Dutra, Rodovia Fernão Dias, CECAP

Resumo

Analisando as transformações espaciais verificadas em Guarulhos, entre 1890 e 1970, por meio do entrecruzamento de fontes documentais diversas, como cartografia, aerofotogrametria, fotografias, documentos escritos, publicações e trabalho de campo, alinhavados pelos pressupostos teóricos da história da urbanização, este artigo apresenta considerações acerca da mudança de paisagem verificada em Guarulhos na época considerada como de sua modernização. Procura entender mecanismos de fixação de população nas terras guarulhenses após sua emancipação de São Paulo, em fins do século XIX, a chegada da ferrovia, a instalação da Base Aérea de São Paulo, a implantação das rodovias Dutra e Fernão Dias e, ainda, a implantação do primeiro grande conjunto habitacional pelo Estado de São Paulo, o CECAP. Analisa, ainda, face às transformações espaciais historiadas, alguns pressupostos de leitura patrimonial, quer em escalada paisagem, quer em escala do edifício, sem se esquecer de apontar a pertinência de se observar os impactos sociais de tais mudanças no espaço

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Atique, F. 2010. Arquitetando a “Boa Vizinhança”: Arquitetura, Cidade e Cultura nas relações Brasil – Estados Unidos (1876 - 1945). Campinas:Pontes/FAPESP.
Bastos, M.A.J.; Zein, R.V. 2010. Brasil: Arquiteturas após 1950. São Paulo: Editora Perspectiva, 2010.
Bueno, B.P.S. 2010. A Cidade Como Negócio: mercado imobiliário em São Paulo no século XIX. In: Fridman, Fania; Abreu, Maurício de (Orgs.). Cidades Latino-Americanas. Um debate sobre a formação de núcleos urbanos. Rio de
Janeiro: Casa da Palavra / FAPERJ: 145-65.
Berman, M. 1987. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da Modernidade. São Paulo: Companhia das Letras: 15.
Camargo, M.J. de. 2009. Poéticas da razão e construção: conversa de paulista. Tese (Livre Docência) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo.
Denizo, V. 2007. Os produtos da política estadual de habitação na Região Metropolitana de São Paulo: elementos para análise de uma política metropolitana de habitação. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo.
Fernandes, M.C.V.; Oliveira, E.S. de; Queiroz, W. de. 2008. Momentos da Industrialização Guarulhense: do Nascimento das Fábricas ao Neoliberalismo. In: Omar, Elmi El Hage (Org.). Guarulhos tem História: Questões sobre História Natural, Social e Cultural. São Paulo: Ananda Gráfica e Editora.
Ficher, S. 1972. Subsídios para um estudo do Conjunto Zezinho Magalhães. TGI (Graduação) 149
Fernando Atique Giorgia Burattini Michele Dias Oliveira, E.S. de. 2008. Guarulhos no contexto colonial paulista: antes e após 1560. In: Omar, Elmi El Hage (Org.). Guarulhos tem História: Questões sobre História Natural,
Social e Cultural. São Paulo: Ananda Gráfica e Editora.
Ranalli, J. 2002. Repaginando a História. Guarulhos: Soge – Faculdades Integradas de Guarulhos.
Ranalli, J. 2002. Onomástica Indígena dos Logradouros Públicos de uma Grande Cidade. São Paulo, GEVC.
Royer, L. 2009. Financeirização da política habitacional: limites e perspectivas. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo. São Paulo.
Sampaio, M.R.A. de; LEMOS, C. 1993. Casas Proletárias em São Paulo. São Paulo: FAU -USP, 1993.
Santana, A.S. de; Silva, G.S.M.; Barrero J.R., R.C.; Costa, S.S.; Gonçalves, T.B.; Lanzelloti, T.F.A.; Silva, W.P. 2006. Em torno da ferrovia e da rodovia: o processo de industrialização de Guarulhos e seu patrimônio industrial (1910 – 1960). In: Cesar, A.; Borges, M. e Santos, C.J.F. dos. Identidade urbana e globalização: a formação dos múltiplos territórios em Guarulhos – SP. São Paulo: Annablume; Guarulhos: Sindicato dos Professores de Guarulhos.
Santos, C.J.F. dos. 2006. Identidade urbana e globalização: a formação dos múltiplos territórios em Guarulhos- SP. São Paulo: Annablume.
Steinke, R. 2002. Ruas curvas versus ruas retas: na história das cidades, três projetos do Engenheiro Jorge de Macedo Vieira. (Dissertação de Mestrado). São Carlos: Escola de Engenharia de São Carlos, USP.
Toledo, E.T. 2011. Guarulhos Cidade Industrial: aspectos da história e do patrimônio – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo.
Fontes, P. 2008. Um Nordeste em São Paulo: trabalhadores migrantes em São Miguel Paulista (1945-1966). Rio de Janeiro: Editora FGV.
Freire, L.L. 2006. Seguindo Bruno Latour: notas para uma antropologia simétrica. Comum. Rio de Janeiro, v. 11, n. 26: 46-65.
Fridman, F. 1997. As Propriedades Públicas no Rio de Janeiro. America Latina en la Historía Económica, v. 7: 49-69.
Fridman, F. 1994. Os donos da terra carioca – alguns estudos de caso. Espaço & Debates. São Paulo: NERU, v. 37 (14): 10-18.
Guerra, T.C. (Org.). 2010. CECAP Guarulhos: Histórias, identidades e memórias. São Paulo: Scortecci.
Jorge, J. 2006. Tietê, o rio que a cidade perdeu: São Paulo, 1890-1940. São Paulo: Editora Alameda.
Koury, A.P. 2005. Arquitetura Construtiva: proposições para a produção material da arquitetura contemporânea no Brasil. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade
de São Paulo. São Paulo.
Langenbuch, J. 1968. A Estruturação da Grande São Paulo. Estudos de Geografia Urbana. (Tese de Doutorado). Rio Claro: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Universidade de Campinas.
Latour, B. 2001. A esperança de pandora: Ensaio sobre a realidade dos estudos científicos. Bauru: Edusc.
Lins, S.Q.F.B. 2003. De tropas, trilhos e tatus: arredores paulistanos do auge das tropas de muares à instalação das estradas de ferro (1855-85). Tese (Doutorado). FFLCH/USP. São Paulo.150 Urbanização, transformações espaciais e pressupostos para a leitura patrimonial em Guarulhos R. Museu Arq. Etn., 26: 115-150, 2016
da industrialização num município da Grande São Paulo. Revista mundos do trabalho, v. 3 (5).
Varine, H. de. 2012. As Raízes do Futuro: o patrimônio a serviço do desenvolvimento local. Porto Alegre: Medianiz.
Viana, G.F.P. 2012. Tensões e embates na configuração do território de Guarulhos, 1860-1889. Trabalho de Conclusão de Curso, UNIFESP, Guarulhos.
Histórico Municipal de Guarulhos.
http://www.aeroportoguarulhos.net/historiado-aeroporto-guarulhos
http://www.aulete.com.br/aforamento#ixzz3VzWB7xOG
http://www.aulete.com.br/enfiteuse#ixzz3VzUz5Cb8
http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/
saopaulo/guarulhos.pdf
http://www.geoportal.com.br/memoriapaulista/http://www.vilanovaartigas.com
http://www.guarulhos.org/aspectosf.php
http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=351880
http://www.guarulhos.sp.gov.br/index.
php?option=com_content&view=article&id=98&Itemid=1317
http://historia_demografica.tripod.com/bhds/
bhd1.htm#pesos.
http://mural.blogfolha.uol.com.br/2015/01/22/
ha-30-anos-aeroporto-nao-foi-bem-recebido
-por-moradores-em-guarulhos/
http://registrodeimoveis1zona.com.br/?p=270
http://saladeimprensa.ibge.gov.br/noticias?-
view=noticia&id=1&busca=1&idnoticia=2855.
www.vilanovaartigas.com

Downloads

Publicado

2016-08-13

Como Citar

Atique, F., Burattini, G., & Dias, M. (2016). Urbanização, Transformações Espaciais e Pressupostos para Leitura Patrimonial em Guarulhos. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (26), 115-150. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2016.119018

Edição

Seção

Dossiê