Lugares de religião de matriz africana no território de Guarulhos

Autores

  • Claudia R. Plens Departamento de História, Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas, Universidade Federal de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2016.119019

Palavras-chave:

Religião de matriz africana, Arqueologia dos Lugares sagrados, intolerância religiosa

Resumo

Embora pouco conhecidas, dados apontam para a importância de religiões de matriz africana no município de Guarulhos, em comparação com os demais municípios do Estado de São Paulo. Este artigo inicia uma discussão acerca desta importância a partir de uma primeira leitura da representatividade de terreiros religiosos no município, propondo uma investigação mais aprofundada da questão para compreensão histórica e cultural que, amarradas nas questões religiosas, permitam o melhor conhecimento da sociedade e na ampliação de pesquisas e políticas de preservação para esse cenário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alves, M.C.; Sminotti, N. 2009. Atenção à saúde em uma comunidade tradicional de terreiro. Revista de Saúde Pública, v. 43 (1): 85-91.
Amaral, R.; Silva, V.G. 2006. Religiões Afro-brasileiras e Cultura Nacional: uma etnografia em hipermídia. Revista Pós-Ciências Sociais, v. 3, n. 6. São Luís.
Amado, J. 1964. Os Pastores da Noite. São Paulo: Martins.
Bowser, B.J.; Zedeño, M.N. 2009. The Archaeology of Meaningful Places. Salt Lake City: University of Utah Press.
Bradley, R. 2000. An Archaeology of Natural Places. London: Routledge.
Couto, M. 2012. Estórias Abensonhadas. São Paulo: Companhia das Letras.
Earle, T. 2009. Routes through the Landscape: A comparative Approach. In: Snead, J.E. et al. (Eds.) Landscapes of Movement. Trails, Paths, and Roads in Anthropological Perspective.
University of Pennsylvania Museum of Archaeology and Anthropology: 253-269.
Erickson, C.L. 2009. Agency, Causeways, Canals, and the Landscapes of Everyday Life in the Bolivian Amazon. In: Snead, J.E. et al. (Eds.). Landscapes of Movement.
Trails, Paths, and Roads in Anthropological Perspective, University of Pennsylvania Museum of Archaeology and Anthropology: 204-31.
Forbes, H. 2007 Meaning and Identity in a Greek Landscape: An Archaeological Ethnography. Cambridge: Cambridge University Press. IBGE. http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.
php?lang=&codmun=351880&search=sao-paulo|guarulhos
Hubert, J. 1994. Sacred Beliefs and Beliefs of Sacradness. In: Carmichael, D.L.; Hubert, J.; Reeves, R.; Schamel, A. (Eds.). Sacred Sites, Sacred Places. London: Routledge: 9-19.
Hubert, S. 2011. Manjar dos deuses: as oferendas nas religiões afro-brasileiras. Primeiros Estudos, São Paulo, v. 1: 81-104.
Orser, C.; Funari, P.P. 2001. Archaeology and slave resistence and rebellion. World Archaeology, 33: 61-72.
162
Lugares de religião de matriz africana no território de Guarulhos R. Museu Arq. Etn., 26: 151-162, 2016
Prandi, R. 1991. Os candomblés de São Paulo: A velha magia na metrópole nova. São Paulo: Hucitec e Edusp.
Prandi, R.; Pierucci, F. 1996. A realidade social das religiões no Brasil. São Paulo: Hucitec.
Prandi, R. 2004. O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso. Estudos Avançados, 18 (52): 223-38.
Prandi, R. 2009. Religião e sincretismo em Jorge Amado. In: Schawarcz, L.M.; Goldstein, I.S. (Orgs.). O universo de Jorge Amado. São Paulo: Companhia das Letras, v. 1: 46-61.
Santos, W.C.S. 2014. Preservação dos Ilês Axés: liberdade religiosa e tombamento de terreiros de candomblé da Bahia. III Encontro Internacional de Direitos Culturais. Outubro de 2014. Disponível em www.direitosculturais.
com.br/download.php?id=218
Snead, J.E. 2009. Trails of Tradition: Moment, Meaning, and Place. In: Snead, J.E. et al. (Eds.). Landscapes of Movement. Trails, Paths, and Roads in Anthropological Perspective, University of Pennsylvania Museum of Archaeology and Anthropology: 42-60.
Snead, J.E.; Ericson, C.L.; Darling, A. Making human space: the archaeology of trails, paths and roads. In: Snead, J.E. et al. (Eds.).
Landscapes of Movement. Trails, Paths, and Roads in Anthropological Perspective, University of Pennsylvania Museum of Archaeology and Anthropology: 1-19.
Velho, G. 2006. Patrimônio, negociação e conflito. Mana, Rio de Janeiro. v. 12 (1). Site Consultado
Federação de Umbanda e Candomblé do Estado de São Paulo: http://www.fucesp.com/filiados/, Acesso em: 23 nov. 2014

Downloads

Publicado

2016-08-13

Como Citar

Plens, C. R. (2016). Lugares de religião de matriz africana no território de Guarulhos. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (26), 151-162. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2016.119019

Edição

Seção

Dossiê