Cultura imaterial e processos simbólicos

Autores

  • Marcos Ferreira Santos Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2004.89663

Palavras-chave:

Cultura imaterial, Hermenêutica simbólica, Educação patrimonial, Ancestralidade.

Resumo

Este artigo é resultado da transcrição de conferência proferida na Sala Paulo Freire (MAE/USP), visando apresentar reflexões sobre a cultura imaterial e seus processos simbólicos desde um ponto de vista da hermenêutica simbólica envolvendo uma noção mais dinâmica e processual de cultura pautada sobre a criação, a transmissão, a apropriação e a interpretação dos bens simbólicos e suas relações. Assim, a jornada interpretativa – diferentemente da técnica interpretativa de caráter mais instrumental – nos remete ao diálogo mais profundo com a noção de ancestralidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2004-12-09

Como Citar

Santos, M. F. (2004). Cultura imaterial e processos simbólicos. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (14), 139-151. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2004.89663

Edição

Seção

Artigos