A cerâmica wauja: etnoclassificação, matérias-primas e processos técnicos

Autores

  • Aristóteles Barcelos Neto Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Antropologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2006.89727

Palavras-chave:

Índios Wauja, Cerâmica, Alto Xingu

Resumo

A cerâmica wauja é a mais elaborada classe de artefatos do sistema de objetos do Alto Xingu. Seus tipos variam desde minúsculas panelinhas até enormes panelas com 115 cm de diâmetro. Este artigo descreve o sistema nativo de classificação da cerâmica e seu padrão geral de fabricação, atentando para os detalhes que distinguem as qualidades técnica e estética das panelas conforme as percepções wauja.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aristóteles Barcelos Neto, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Antropologia

Pós-doutorando.Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2006-12-14

Como Citar

Barcelos Neto, A. (2006). A cerâmica wauja: etnoclassificação, matérias-primas e processos técnicos. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (15-16), 357-370. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2006.89727

Edição

Seção

Estudos de Curadoria