Uma Fisiologia da Paisagem: Locomoção, GIS e Sites Catchment. Uma Nova Perspectiva

Autores

  • José Roberto Pellini Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2007.89755

Palavras-chave:

Site Catchment, Locomoção, GIS

Resumo

Locomoção e distância são elementos essenciais da vida humana. Mas a despeito de sua importância estes conceitos têm sido tratados de maneira simplista pela arqueologia, principalmente no que se refere às Analises de Site Catchment. Os modelos mais tradicionais de Site Catchment tratam o espaço como um elemento cartesiano neutro dissociado de seu conteúdo social. Nos últimos anos o uso do GIS tem permitido a determinação de Site Catchments de maneira mais realista, principalmente ao considerar fatores fisiológicos e elementos de percepção na modelagem dos territórios de exploração. A proposta deste artigo é apresentar um exemplo do uso destes novos modelos e testar sua validade como método de interpretação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Roberto Pellini, Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia

Pós-doutorado. Museu de Arqueologia e Etnologia

Downloads

Publicado

2007-12-03

Como Citar

Pellini, J. R. (2007). Uma Fisiologia da Paisagem: Locomoção, GIS e Sites Catchment. Uma Nova Perspectiva. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (17), 23-37. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2007.89755

Edição

Seção

Artigos