Um sítio da tradição cerâmica Aratu em Apucarana, PR

Autores

  • Pedro Ignácio Schmitz Instituto Anchietano de Pesquisas/UNISINOS
  • Jairo Henrique Rogge Instituto Anchietano de Pesquisas. Universidade do Vale dos Sinos - UNISINOS

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2008.89828

Palavras-chave:

Apucarana, Sítio Aratu, Contato Itararé

Resumo

O texto descreve um sítio arqueológico descoberto na cidade de Apucarana, PR, no qual predominam elementos Aratu como eles foram estudados no Brasil Central, mas estão presentes também importantes elementos da tradição Itararé, como ela aparece no sul do Brasil. O sítio encontra-se em alta colina que divide as águas dos rios Tibagi, Pirapó e Ivaí, afluentes do rio Paranapanema. Em ambiente de clima subquente, com precipitação atmosférica de 1.500mm, solos ricos, cobertos por Floresta Tropical Semidecídua, vizinhando com Floresta Subtropical decídua com Araucaria angustifolia. Por AMS, o sítio foi datado do século XIV/XV de nossa era, data que corresponde ao período em que a tradição Aratu tinha criado núcleos de povoamento no Nordeste, no Centro-oeste, no Sudeste e no Sul do país, em áreas de Mata Atlântica, enclaves florestados dentro do cerrado e áreas de tensão ecológica na floresta tropical. Para deixar clara a posição do sítio, o trabalho recapitula as informações mais importantes da tradição Aratu.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Ignácio Schmitz, Instituto Anchietano de Pesquisas/UNISINOS

Instituto Anchietano de Pesquisas. Universidade do Vale dos Sinos - UNISINOS

Downloads

Publicado

2008-12-09

Como Citar

Schmitz, P. I., & Rogge, J. H. (2008). Um sítio da tradição cerâmica Aratu em Apucarana, PR. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (18), 47-68. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2008.89828

Edição

Seção

Artigos