Memória e Legitimação: as tipologias monetárias dos divinos Cláudio Gótico, Constâncio Cloro e Maximiano Hercúleo (317-318)

Autores

  • Diogo Pereira da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2008.89840

Palavras-chave:

Baixo Império Romano, Constantino I, Memória, Legitimação, Numismática

Resumo

Neste artigo, temos por objetivo principal refletir sobre os usos da memória na legitimação política de Constantino I (306-337), através da análise das tipologias e legendas monetárias dos diui Cláudio Gótico (268-270), Constâncio Cloro (293-306) e Maximiano Hercúleo (286-305, 306-308) emitidas pelas Casas de Cunhagem de Aquiléia, Arles, Roma, Siscia, Tessalônica e Trier entre os anos 317 e 318.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo Pereira da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Aluno de mestrado do Programa de Pós-graduação em História Comparada da UFRJ. Membro do Laboratório de História Antiga (LHIA).

Downloads

Publicado

2008-12-09

Como Citar

Silva, D. P. da. (2008). Memória e Legitimação: as tipologias monetárias dos divinos Cláudio Gótico, Constâncio Cloro e Maximiano Hercúleo (317-318). Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (18), 279-286. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2008.89840

Edição

Seção

Artigos