Cantos de máscaras no nordeste brasileiro e na África Central e do Oeste: pistas para uma análise comparativa

Autores

  • André C. Paula Bueno Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2010.89943

Palavras-chave:

Cantos de máscara, Monstruoso, Bumba-meu-boi, Cazumba, Afro-brasileiro, Quimbundo, Música de tradição oral, Dogon

Resumo

Dados de língua e dados de literatura oral são contrastados aqui, para enfocar cantos afro-brasileiros e africanos relacionados a personagens de máscara. Selecionei um canto de minha pesquisa de campo anterior no estado do Maranhão, um poema de Angola e um canto dogon do Mali. O primeiro vem em Português Brasileiro com palavra do quimbundo; o segundo vem em Português Angolano com palavras do quimbundo; o terceiro vem em dogon com frases da língua local de iniciação sigi-so. O empréstimo da palavra africana cazumba no Brasil é mostrado (do quimbundo kanzumbi). As coerências em significação e detalhes narrativos, de ambos os lados do Atlântico, são consistentes e evocam novos passos de comparação a realizar. A chave teórica do "monstruoso" e do "monitor" ou mestre iniciador, como utilizada por N. Sega Touré (em Baumgardt e Ugochukwu 2005), ajuda a estabelecer essa comparação e a ligar conceitos dos estudos de etnologia linguística e literatura. E as notas explicativas sobre o caso brasileiro e seu contexto realçam a importância do bumba-boi maranhense e sua dinâmica de transmissão oral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André C. Paula Bueno, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Doutor em Literatura Brasileira com pós-doutorado em Etnolinguística e Litertura Oral pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2010-12-09

Como Citar

Bueno, A. C. P. (2010). Cantos de máscaras no nordeste brasileiro e na África Central e do Oeste: pistas para uma análise comparativa. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (20), 381-391. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2010.89943

Edição

Seção

Artigos