Jazidas de rochas silicosas na área do Parque Nacional Serra da Capivara (Piauí, Brasil): primeiros dados geoarqueológicos

Autores

  • Vittorio Rioda Istituto italiano di Paleontologia Umana
  • Federica Candelato Università degli Studi di Verona
  • Leidiana Mota
  • Fabio Parenti Istituto italiano di Paleontologia Umana

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89965

Palavras-chave:

Rochas silicosas, Indústrias líticas, Sudeste do Piauí, Georqueologia

Resumo

Nos artefatos líticos do Nordeste do Brasil são identificados diferentes tipos de matéria-prima silicosa, o que torna fundamental a caracterização petrográfica dessas rochas. As pesquisas desenvolvidas no abrigo da Pedra Furada levantaram questões acerca da economia da matéria-prima no Sudeste do Piauí, nos períodos do Pleistoceno e Holoceno. Porém, nenhum estudo geoarqueológico e petrográfico havia sido feito sobre os possíveis afloramentos das rochas trabalhadas na pré-história. Portanto, o objetivo desse trabalho é expor os métodos e os resultados preliminares do estudo das fontes de matérias-primas silicosas presentes nos afloramentos rochosos e nos depósitos sedimentares distribuídos na área do Parque Nacional Serra da Capivara (PARNA) e de seu entorno. Busca-se também relacionar as amostras coletadas ao instrumentário lítico de alguns sítios arqueológicos importantes para a região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leidiana Mota

Erasmus Mundus Master em Quaternário e Pré-história

Downloads

Publicado

2011-12-09

Como Citar

Rioda, V., Candelato, F., Mota, L., & Parenti, F. (2011). Jazidas de rochas silicosas na área do Parque Nacional Serra da Capivara (Piauí, Brasil): primeiros dados geoarqueológicos. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (21), 103-113. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89965

Edição

Seção

Artigos