Arqueologia no planalto: o uso do SIG na aplicação de análises espaciais dos sítios arqueológicos da localidade Boa Parada, Município de São José do Cerrito, SC

Autores

  • Pedro Ignácio Schmitz Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS. Instituto Anchietano de Pesquisas
  • Raul Viana Novasco Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS. Instituto Anchietano de Pesquisas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89971

Palavras-chave:

Arqueologia do Planalto, Estruturas subterrâneas, SIG, Arqueologia

Resumo

Este trabalho tem como propósito realizar uma análise espacial da distribuição dos sítios arqueológicos da localidade Boa Parada, município de São José do Cerrito, SC. Neste local foram encontradas 31 estruturas, distribuídas em quatro sítios, compreendendo casas subterrâneas, aterros e estruturas anelares, cuja construção é atribuída aos Jê meridionais. As datas obtidas nessas estruturas variam de 830 a 370 anos antes do Presente, demonstrando um longo período de ocupação. Tendo em vista que muito pouco foi produzido sobre a ocupação Jê no planalto meridional brasileiro a partir de novas abordagens e através de novas tecnologias, decidimos nos valer de novos métodos para produzir algo que apresente como se deu a ocupação dos Jê nessa área onde concentramos nossa atenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-09

Como Citar

Schmitz, P. I., & Novasco, R. V. (2011). Arqueologia no planalto: o uso do SIG na aplicação de análises espaciais dos sítios arqueológicos da localidade Boa Parada, Município de São José do Cerrito, SC. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (21), 167-183. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89971

Edição

Seção

Artigos