Fabricação e utilização experimentais de réplicas de tangas marajoara

Autores

  • Igor Morais Mariano Rodrigues Universidade Federal de Minas Gerais
  • André Prous Universidade Federal de Minas Gerais
  • Camila Jácome Universidade Federal de Minas Gerais. CNPq; Missão Arqueológica Franco-Brasileira de Minas Gerais
  • Luiza Câmpera Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89976

Palavras-chave:

Tangas, Fase marajoara, Arqueologia experimental

Resumo

Apresentamos, neste trabalho, uma experimentação que envolveu a fabricação de várias réplicas de tangas marajoaras, assim como sua utilização por mulheres jovens. Debate-se a forma de elaboração desses artefatos, as possíveis modalidades de fixação e a sua « confortabilidade ». Verificou-se qual a posição das peças no corpo, assim como os movimentos possíveis. Foi estudada a variação de posição dos cordões de fixação em função do modelo de tanga e dos movimentos realizados. Os resultados destas observações foram comparados com as marcas de utilização encontradas nas peças arqueológicas. Algumas observações foram também feitas a respeito de elementos da decoração pintada e da situação em relação ao corpo durante a utilização das tangas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-09

Como Citar

Rodrigues, I. M. M., Prous, A., Jácome, C., & Câmpera, L. (2011). Fabricação e utilização experimentais de réplicas de tangas marajoara. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (21), 265-274. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89976

Edição

Seção

Artigos