A política no pódio: episódios de tensões e conflitos nos Jogos Olímpicos da Era Moderna

  • Flavio de Campos Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de História
Palavras-chave: Jogos Olímpicos, protestos olímpicos, nacionalismo, boicotes olímpicos.

Resumo

Em tempos de protestos e conflitos em praças esportivas brasileiras, este artigo tem como objetivo retomar alguns episódios marcantes de tensões e enfrentamentos ideológicos ocorridos durante a história dos Jogos Olímpicos de Verão da Era Moderna. Pretende-se questionar a perspectiva, contida nos discursos oficiais do Comitê Olímpico Internacional, entre os organizadores dos mais diversos países e de setores expressivos da imprensa, de que a política e os esportes devem estar apartados em nome do espírito olímpico. A referência a tais episódios demonstra como as situações históricas revelam a recorrência das práticas e confrontos políticos mais ou menos explícitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavio de Campos, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de História
FLAVIO DE CAMPOS é professor do Departamento de História da FFLCH/USP e coordenador científico do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas sobre Futebol e Modalidades Lúdicas (Ludens) da USP.
Publicado
2016-03-28
Como Citar
Campos, F. (2016). A política no pódio: episódios de tensões e conflitos nos Jogos Olímpicos da Era Moderna. Revista USP, (108), 11-20. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i108p11-20
Seção
Dossiê Jogos Olímpicos