Gravando! A renovação tecnológica e a consolidação do papel do produtor na música popular do Brasil

Autores

  • Eduardo Vicente Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes. Departamento de Cinema, Rádio e Televisão

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i111p69-78

Palavras-chave:

produção musical, música popular, indústria fonográfica, produtor musical

Resumo

A intenção deste texto é oferecer uma reflexão sobre a produção musical no Brasil a partir dos depoimentos de alguns profissionais de destaque dessa área. Busca-se discutir não apenas o papel da crescente divisão de trabalho e da importância da inovação tecnológica da indústria na valorização dessa profissão, como também o leque de abordagens que esse profissional pode assumir dentro do processo de produção de um fonograma. O foco do texto concentra-se em produtores que iniciaram suas carreiras nas décadas de 1970 e 1980, participando do processo de consolidação da profissão em um momento de grande valorização comercial e artística da MPB

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Vicente, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes. Departamento de Cinema, Rádio e Televisão

é professor associado do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

Vicente, E. (2016). Gravando! A renovação tecnológica e a consolidação do papel do produtor na música popular do Brasil. Revista USP, (111), 69-78. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i111p69-78

Edição

Seção

Dossiê música popular brasileira na usp