Lições a aprender: a crise e os investimentos sociais

Autores

  • Rosa Maria Fischer Universidade de São Paulo; Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i85p94-109

Palavras-chave:

crise econômico-financeira, investimento social privado, terceiro setor

Resumo

Este artigo coloca as reflexões preliminares acerca de como a crise econômico-financeira de 2008 e 2009 repercutiu sobre as políticas de sustentabilidade empresarial, principalmente no vértice da responsabilidade social. Para alimentar essas análises, foram realizados levantamentos de opiniões e expectativas junto a gestores de empresas e de organizações da sociedade civil. Verificou-se que as medidas tomadas pelas empresas procuraram assegurar a sustentabilidade econômico-financeira do negócio e as estratégias focadas no meio ambiente. Já as ações sociais propriamente ditas, como as parcerias com organizações da sociedade civil, tiveram seus investimentos reduzidos e/ou temporariamente suspensos. Os empreendimentos sociais não estavam preparados para enfrentar a crise e ficaram vulnerabilizados em suas capacidades de captar recursos. Entretanto, ambos os levantamentos indicaram perspectivas otimistas para a retomada dos investimentos socioambientais, apoiadas em uma visão de rápida superação da crise no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-05-01

Como Citar

Fischer, R. M. (2010). Lições a aprender: a crise e os investimentos sociais . Revista USP, (85), 94-109. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i85p94-109