Fantasia é o que mais tarde nós chamamos de memória

Autores

  • Marcos Câmara de Castro Universidade de São Paulo; Escola de Comunicações e Artes

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i85p165-170

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-05-01

Como Citar

Castro, M. C. de. (2010). Fantasia é o que mais tarde nós chamamos de memória . Revista USP, (85), 165-170. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i85p165-170