Ciberativismo, cultura hacker e o individualismo colaborativo

  • Sérgio Amadeu da Silveira Faculdade de Comunicação Cásper Líbero
Palavras-chave: ciberativismo, cultura hacker, hacktivismo, individualismo colaborativo

Resumo

O texto discute as relações entre o ciberativismo e a cultura hacker. Busca mostrar a influência da contracultura norte-americana na construção do "hacktivismo". Indica a conexão existente entre as mobilizações colaborativas para o desenvolvimento de softwares livres e o pensamento hacker, que prega distribuir o poder e emancipar as pessoas pelo acesso às informações. Descreve as abordagens teóricas que esclarecem a crescente relevância dos protocolos, códigos e softwares como principais intermediários da comunicação social. Conclui com a caracterização de um individualismo colaborativo que emergiu da sociabilidade hacker e que se baseia no compartilhamento de ideias e na emancipação individual pelo conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-08-01
Como Citar
Silveira, S. (2010). Ciberativismo, cultura hacker e o individualismo colaborativo . Revista USP, (86), 28-39. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i86p28-39
Seção
Dossiê