Jogos móveis locativos: Cibercultura, espaço urbano e mídia locativa

  • André Lemos Universidade Federal da Bahia; Faculdade de Comunicação
Palavras-chave: jogos, cibercultura, espaço, lugar

Resumo

Os jogos móveis locativos (JML), também chamados de "pervasive games", aliam tecnologias digitais móveis e sistemas de geolocalização, criando interfaces entre os espaços eletrônico e físico para fins de jogo. Trata-se de uma expressão urbana da cibercultura, mesclando cultura dos games, arte eletrônica, ação urbana, tecnologias móveis e localização. Os JML são um exemplo de uso das "mídias locativas", revelando a atual fase da computação ubíqua, da mobilidade e da hiperlocalização. Essa nova fase caracteriza-se como a da "espacialização" da Internet e pode ser compreendida, no caso dos JML, como produção social pelo uso e apropriação lúdica e temporária do espaço urbano. A fim de traçar uma radiografia dos JML, analisamos 73 jogos entre 2000 e 2008, buscando identificar os dispositivos utilizados, o tipo e a intenção do jogo e o uso das redes digitais sem fio. Esse conjunto de agentes produz formas específicas de espacialização.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-08-01
Como Citar
Lemos, A. (2010). Jogos móveis locativos: Cibercultura, espaço urbano e mídia locativa . Revista USP, (86), 54-65. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i86p54-65
Seção
Dossiê