Doença de Chagas – mais de 100 anos depois de sua cientificamente brilhante descoberta, há poucas razões para se comemorar?

  • J. Antonio Marin-Neto Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

J. Antonio Marin-Neto, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas
é professor titular de Cardiologia da Universidade de São Paulo e diretor da Unidade de Cardiologia Intervencionista do Hospital das Clínicas da FMRP-USP.
Publicado
2017-12-09
Como Citar
Marin-Neto, J. A. (2017). Doença de Chagas – mais de 100 anos depois de sua cientificamente brilhante descoberta, há poucas razões para se comemorar?. Revista USP, (115), 89-104. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i115p89-104