Movimentos de um crítico

Antonio Candido e a tradição anglo-americana

  • Sandra Guardini Vasconcelos Universidade São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Antonio Candido; tradição anglo-americana; Nova Crítica; leitura cerrada; literatura e sociedade.

Resumo

Este artigo procura traçar as relações de Antonio Candido com a tradição crítica anglo-americana das décadas de 1920 a 1950, com particular ênfase nos aportes da Nova Crítica, cujos fundamentos e proposta de leitura cerrada representaram uma importante contribuição na formação do crítico brasileiro. O formalismo da Nova Crítica, no entanto, é submetido ao crivo de uma visão informada pela história e pela sociologia, resultando na defesa de Candido de uma crítica dialeticamente integradora do texto literário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Guardini Vasconcelos, Universidade São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

é professora titular de Literatura Inglesa e Comparada da Universidade de São Paulo

Publicado
2018-09-03
Como Citar
Vasconcelos, S. (2018). Movimentos de um crítico. Revista USP, (118), 89-104. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i118p89-104
Seção
Dossiê 100 anos de Antonio Candido