Quando menina veste azul e menino veste rosa: questões de gênero no trabalho

Autores

  • Angelo Soares Université du Québec à Montréal. Departamento de Organização e Recursos Humanos

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i122p27-40

Palavras-chave:

gênero, normas de gênero, estereótipos, divisão sexual do trabalho, performance de gênero

Resumo

Nosso objetivo será de analisar a questão do gênero a partir da divisão sexual do trabalho persistente e crônica no mercado de trabalho. Para isso propomos uma reflexão sobre a experiência de um cabeleireiro e de uma estivadora, no Quebec (Canadá). Assim, buscamos trazer visibilidade sobre essa divisão sexual do trabalho que em si traz embutida uma certa dinâmica e hierarquia entre os gêneros. Ainda hoje, apesar de toda teorização do gênero, muitas vezes se pensa ainda o gênero em termos de sexo, de uma maneira binária, como uma simples consequência do sexo biológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-09-25

Como Citar

Soares, A. (2019). Quando menina veste azul e menino veste rosa: questões de gênero no trabalho. Revista USP, (122), 27-40. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i122p27-40

Edição

Seção

dossiê feminismos