Cartografias transatlânticas da música popular nas Américas

  • Marcos Napolitano Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: música nas Américas: história, gêneros musicais: séculos XIX e XX, música popular: conexões atlânticas

Resumo

A música popular é frequentemente analisada a partir de “gêneros musicais” nacionais. Basta lembrarmos dos mais tradicionais gêneros musicais do continente americano, como o samba, o jazz, a rumba, bolero e tango, para que nossa memória cultural os relacione aos seus países de “origem”: Brasil, Estados Unidos, Cuba, México e Argentina, respectivamente. A historiografia da música, já há algum tempo, vem problematizando essa abordagem pautada pelo recorte nacional. Nessa linha, propomos uma cartografia centrada nas trocas musicais entrecruzadas entre Europa, Américas e África.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-16
Como Citar
Napolitano, M. (2019). Cartografias transatlânticas da música popular nas Américas. Revista USP, (123), 45-58. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i123p45-58
Seção
dossiê histórias culturais transatlânticas