Rumo a uma política de Estado para inteligência artificial

Autores

  • Raphael M. O. Cóbe Advanced Institute for Artificial Intelligence (AI2)
  • Luiza G. Nonato Universidade de São Paulo. Instituto de Relações Internacionais
  • Sérgio F. Novaes Advanced Institute for Artificial Intelligence (AI2)
  • José A. Ziebarth Ministério da Economia. Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i124p37-48

Palavras-chave:

inteligência artificial, política pública

Resumo

Após mais de 60 anos de evolução, a inteligência artificial acelera seu desenvolvimento, impulsionada por novas tecnologias, devendo trazer grandes possibilidades aos países que a adotarem em larga escala. Este artigo apresenta uma visão geral das estratégias nacionais lançadas nos últimos anos, com o objetivo de ressaltar a importância de que o Brasil defina uma política pública para promover a adoção da inteligência artificial. Estudos recentes mostram que a disseminação das técnicas de inteligência artificial irá alargar ainda mais a desigualdade entre as nações, fazendo com que o atraso nessa área se torne um caminho sem volta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-03-19

Como Citar

Cóbe, R. M. O., Nonato, L. G., Novaes, S. F., & Ziebarth, J. A. (2020). Rumo a uma política de Estado para inteligência artificial. Revista USP, (124), 37-48. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i124p37-48

Edição

Seção

dossiê inteligência artificial