Fisiologia do treinamento no alto desempenho do atleta de futebol

Autores

  • José Soares
  • António Natal C. Rebelo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i99p91-106

Palavras-chave:

futebol, treino, fadiga, metabolismo, metabolismo aeróbio e anaeróbio

Resumo

O futebol é uma modalidade que requer, do jogador, várias capacidades: apurada competência técnica, boa compreensão táctica do jogo, atitude mental centrada no rendimento e excelente condição física.  O treinador precisa conhecer com rigor não só as características técnicas e táticas, mas também os aspectos fisiológicos da modalidade para planear o conteúdo e a aplicação temporal das cargas  do treino em função daquilo que o jogo exige. Pode-se concluir, com base em inúmeros estudos, que, do ponto de vista fisiológico, o futebol apresenta um perfil bioenergético misto com uma participação importante do metabolismo aeróbio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Soares

Professor catedrático de Fisiologia da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (Portugal).

António Natal C. Rebelo

Professor da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

Downloads

Publicado

2013-11-09

Como Citar

Soares, J., & Rebelo, A. N. C. (2013). Fisiologia do treinamento no alto desempenho do atleta de futebol. Revista USP, (99), 91-106. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i99p91-106

Edição

Seção

Dossiê