A metrópole sob o olhar do antropólogo

Autores

  • José Guilherme Cantor Magnaini Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Antropologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i102p53-77

Palavras-chave:

antropologia urbana, método etnográfico, circuitos e trajetos, Expedição São Paulo 450 Anos.

Resumo

A partir da visão convencional que reserva ao antropólogo o estudo de povos de pequena escala, no contexto de pequenas comunidades, o artigo levanta a questão de se o método etnográfico pode ser aplicado, com proveito, à realidade das atuais metrópoles em toda a sua complexidade. Para tanto, são apresentadas algumas estratégias desenvolvidas pela antropologia urbana e, a partir de um “experimento de inspiração etnográfica”, conclui-se que, em virtude do “olhar de perto e de dentro” que o orienta, é possível captar lógicas da dinâmica urbana que passariam despercebidas na perspectiva de disciplinas de enfoque macro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Guilherme Cantor Magnaini, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Antropologia

JOSÉ GUILHERME CANTOR MAGNANI é professor titular do Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo, coordenador do Núcleo de Antropologia Urbana da USP (NAU-USP) e de sua revista eletrônica Ponto Urbe (http://pontourbe.revues.org).

Downloads

Publicado

2014-08-01

Como Citar

Magnaini, J. G. C. (2014). A metrópole sob o olhar do antropólogo. Revista USP, (102), 53-77. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i102p53-77

Edição

Seção

Dossiê Metrópoles