[1]
K. Garber, Por que um mundo todo nos detalhes do cotidiano?, REVUSP, nÂș 15, p. 38-47, nov. 1992.