[1]
R. Kuntz, O neoliberalismo é um integrismo, Rev. USP, nº 17, p. 54-61, maio 1993.