Bósnia e Herzegovina – casos Sejdić & Finci

  • Gabriela Vieira Santos e Santos
  • Pedro Henrique Lins Gryschek
  • Mauro Kiithi Arima Júnior
Palavras-chave: Sejdić, Finci, Bósnia, Minorias, Tribunal Europeu, Direitos Humanos, Direito Internacional

Resumo

Este artigo trata do caso Sejdić e Finci, julgado na Corte Europeia de Direitos Humanos e que estabeleceu um precedente importante no tocante ao respeito a minorias étnicas e religiosas em um país tristemente conhecido por inúmeras violações destes direitos não apenas durante a chamada Guerra da Bósnia, na década de 1990, mas também depois da assinatura do Tratado de Dayton, quando, inclusive, tiveram parte os casos envolvendo Dervo Sejdić, um bósnio de origem Roma e de Jakob Finci, um bósnio que professa o judaísmo, impedidos de terem plena participação política no país. O estudo dos votos de cada magistrado e não apenas um estudo superficial do caso nos faz compreender melhor o problema não apenas na Bósnia, mas na Europa como um todo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-21
Como Citar
Santos, G. V. S. e, Gryschek, P. H. L., & Arima Júnior, M. K. (2018). Bósnia e Herzegovina – casos Sejdić & Finci. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 113, 623-643. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8235.v113i0p623-643
Seção
Estudos sobre a proteção internacional de minorias