Revisão dos instrumentos de diagnóstico médico-forense no alcoolismo

  • Roberto Augusto de Carvalho Campos
  • Rosmari Aparecida Elias Camargo
Palavras-chave: Alcoolismo, Testes psicológicos, Tomografia computadorizada, Ressonância magnética, Doença mental.

Resumo

A elevada prevalência mundial do alcoolismo, associada às graves conseqüências orgânicas do consumo etílico, fazem dessa doença um grande problema social com significativas repercussões no Direito. Nas mais diversas áreas do Direito, a atividade jurisdicional depende do preciso dimensionamento da extensão e magnitude das lesões nos órgãos e sistemas, cabendo à Medicina Forense sistematizar os critérios e instrumentos diagnósticos da doença. Os exames de investigação mais adequados para esse estudo são discutidos no presente trabalho, com destaque para suas indicações e limitações.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-01
Como Citar
Campos, R. A. de C., & Camargo, R. A. E. (2009). Revisão dos instrumentos de diagnóstico médico-forense no alcoolismo. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 104, 379-404. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67862
Seção
Medicina Forense