Políticas de liberalização do comércio de serviços ("GATS") com regulação redistributiva: um Bolero de Ravel?

  • Umberto Celli Junior
Palavras-chave: Comércio de Serviços, GATS, Liberalização, Regulação, Regulação Redistributiva, Policy Space.

Resumo

A crise sem precedentes por que passa a economia internacional, provocada, em larga medida, pelo apego irrestrito a certos dogmas neoliberais, reforça a tese da necessidade de regulação da economia. O setor de serviços, em face de suas características, não pode ser compreendido sem que se leve em consideração a importância de um quadro regulador bem estruturado e afinado com as necessidades de inclusão social da população dos países em geral. As reflexões sobre uma regulação redistributiva no setor de serviços podem servir de inspiração à adoção de mecanismos de controle e fiscalização de certas atividades econômicas e financeiras movidas pela fé inabalável na capacidade de auto-regulação dos mercados.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-01
Como Citar
Celli Junior, U. (2009). Políticas de liberalização do comércio de serviços ("GATS") com regulação redistributiva: um Bolero de Ravel?. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 104, 407-436. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67863
Seção
Direito Internacional