O processo de terciarização da economia e seu impacto sobre o direito do trabalho: a experiência de Portugal

  • Tales Picchi Alves
  • Geraldo Henrique de Souza Armond
  • Cristina Reginato Hoffmann Nascimento
Palavras-chave: Direito do Trabalho, Economia, Terciarização, Externalização.

Resumo

O presente artigo aborda as transformações impostas à economia de uma nação pelo processo de terciarização de sua economia. Aponta-se as origens fordistas desse processo e seus impactos sobre o Direito do Trabalho, uma vez que a sociedade se depara com novas modalidades de prestação de serviço e a necessidade de regulamenta-las de acordo com os princípios de Direito do Trabalho. Foi escolhido o exemplo de Portugal, por se tratar de um país em que é proibida constitucionalmente a dispensa imotivada. Além disso os legisladores portugueses já elaboraram institutos jurídico-laborais adequados para atender à demanda empresarial para externalizar a prestação de determinados serviços. Pretende-se, portanto, apresentar elementos que enriqueçam o debate no Brasil sobre o assunto.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-01
Como Citar
Alves, T. P., Armond, G. H. de S., & Nascimento, C. R. H. (2009). O processo de terciarização da economia e seu impacto sobre o direito do trabalho: a experiência de Portugal. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 104, 641-661. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67873
Seção
Trabalhos Acadêmicos de Pós-Graduação