Lesões da glândula da membrana nictitante do cão

Autores

  • Euclydes Onofre Martins Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Anatomia Patológica, São Paulo, SP
  • Ernesto Antônio Matera Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Cirúrgica, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-5066.v3i1/2p147-150

Palavras-chave:

O artigo não apresenta palavras-chave.

Resumo

Os AA. relatam quatro casos de inflamação na glândula da membrana nictitante, em cães, sendo um "bull-dog", dois "pekinezes" e um "lulú". Sumariam os dados clínicos que levaram ao diagnóstico de hipertrofia inflamatória, aconselhando a ablação cirúrgica que foi seguida de resultados satisfatórios. Descrevem o exame histológico das peças retiradas, concluindo tratar-se de inflamação supurativa em dois casos e necróticas em dois outros, havendo associadamente hiperplasia adenomatosa em um e papilomatosa em outro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

1945-12-15

Como Citar

Martins, E. O., & Matera, E. A. (1945). Lesões da glândula da membrana nictitante do cão. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária, Universidade De São Paulo, 3(1/2), 147-150. https://doi.org/10.11606/issn.2318-5066.v3i1/2p147-150

Edição

Seção

NÃO DEFINIDA