Disgerminomia do ovário em cadela

Autores

  • Luiz Zezza Neto Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Anatomia Patológica, São Paulo, SP
  • Adayr Mafuz Saliba Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Anatomia Patológica, São Paulo, SP
  • Roberto Grecchi Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Anatomia Patológica, São Paulo, SP
  • Mario Mariano Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Anatomia Patológica, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-5066.v7i4p923-928

Palavras-chave:

O artigo não apresenta palavras-chave.

Resumo

Estudamos neoplasia ovariana em cadela com 10 anos de idade. As características do tumor possibilitaram diagnóstico de disgerminoma. O estudo histológico revelou alta malignidade, não sendo, no entanto, observadas metástases. Comentamos a evolução do tumor, sem concluir sobre este aspecto do problema, pela falta de dados clínicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1968-12-15

Como Citar

Zezza Neto, L., Saliba, A. M., Grecchi, R., & Mariano, M. (1968). Disgerminomia do ovário em cadela. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária, Universidade De São Paulo, 7(4), 923-928. https://doi.org/10.11606/issn.2318-5066.v7i4p923-928

Edição

Seção

NÃO DEFINIDA