Comportamento de bezerros holandeses em ambientes natural e aquecido

Autores

  • Carlos de Sousa Lucci Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Produção Animal, São Paulo, SP
  • Enoch Borges de Oliveira Filho Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Produção Animal, São Paulo, SP
  • Noé Masotti Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Produção Animal, São Paulo, SP
  • Esleibe Ghion Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Produção Animal, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v13i2p309-315

Palavras-chave:

Bezerros, Câmara climática, Termoregulação

Resumo

Dose bezerros machos Holandeses com 5 meses de idade foram utilizados em 2 tratamentos: a) ambiente natural e b) câmara climática. A câmara era ligada diariamente das 13 às 17 horas, mantendo temperatura aproximada de30◦C. Os consumos de alimentos volumosos, fornecidos ad libitum, e os ganhos de peso foram semelhantes ao fim de 64 dias de experimentação. As temperaturas internas foram algo maiores, mas não significativamente maiores e as frequências respiratórias foram significativamente maiores para os bezerros dentro da câmara climática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1976-09-15

Como Citar

Lucci, C. de S., Oliveira Filho, E. B. de, Masotti, N., & Ghion, E. (1976). Comportamento de bezerros holandeses em ambientes natural e aquecido. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 13(2), 309-315. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v13i2p309-315

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS