Ação descontaminante do paratolueno-cloro-sulfamida-sódico em ovos destinados à industrialização

  • José Cezar Panetta Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, São Paulo, SP
  • Álvaro Augusto Tortuga Companhia Zootécnica Agrária, São Paulo, SP
  • Raphael Valentino Riccetti Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, São Paulo, SP
  • Omar Miguel Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, São Paulo, SP
  • Ricardo Moreira Calil Ministério da Agricultura, Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Brasília
Palavras-chave: Ovos comerciais (desinfecção), Ovos sem casca (higiene), Ovos líquidos (desinfecção)

Resumo

Testou-se a eficiência de uma cloramina, o paratolueno-cloro-sulfamida-sódico, na desinfecção de cascas de ovos destinados à comercialização, sob a forma líquida e pasteurizada. Os resultados mostraram que a droga utilizada foi capaz de reduzir o número de bactérias presentes nas cascas de ovos, representadas por mesófilos aeróbios, coliformes e estreptococos fecais (Grupo D de Landefield). Foi observado também um maior número de enterococos quando comparado com o de coliformes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1977-09-15
Como Citar
Panetta, J. C., Augusto, Álvaro, Riccetti, R., Miguel, O., & Calil, R. (1977). Ação descontaminante do paratolueno-cloro-sulfamida-sódico em ovos destinados à industrialização. Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 14(2), 285-291. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v14i2p285-291
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS