Modificações histológicas do corpúsculo de Stannius durante o ciclo reprodutivo de machos e fêmeas de curimbatá, Prochilodus scrofa (Steinhachner, 1881) (Pisces, Cipriniformes)

Autores

  • Eduardo Cunha Farias Universidade de São Paulo, Instituto de Ciências Biomédicas, São Paulo, SP
  • Elza Ferreira Goldman Pinheiro Instituto de Pesca, São Paulo, SP
  • Agar Costa Alexandrino Instituto de Pesca, São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v24i2p149-156

Palavras-chave:

histologia, peixes, tiroide, corpúsculos de Stannius, ciclo estral

Resumo

Corpúsculos de Stannius de 80 machos e 30 fêmeas adultas de curimbatá (Prochilodus scrofa) foram coletados para observação histológica durante os quatro estádios do ciclo reprodutivo (de repouso, de maturação, maduro e esgotado). O material foi fixado em liqüido de Bouin, incluído em parafina e corado pela hematoxilina e eosina e pelo método tricrômico de Mallory. Os resultados mostraram que, durante o estádio de repouso, há uniformidade do volume celular e nuclear das células principais do parênquima do corpúsculo de Stannius. Nos estádios de maturação e maduro, foi observada hipertrofia celular e nuclear e hiperplasia (mitoses) dessas células. No estádio esgotado, foi notada diminuição do volume celular e picnose no núcleo de algumas células parenquimatosas, sugerindo degeneração celular. Estas modificações histológicas dos corpúsculos pareceram ser mais conspícuas nos machos do que nas fêmeas. A interpretação dos dados histológicos indicou que houve, uma maior atividade do corpúsculo de Stannius, coincidindo com os períodos de maior atividade gonadal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1987-09-15

Como Citar

Farias, E. C., Pinheiro, E. F. G., & Alexandrino, A. C. (1987). Modificações histológicas do corpúsculo de Stannius durante o ciclo reprodutivo de machos e fêmeas de curimbatá, Prochilodus scrofa (Steinhachner, 1881) (Pisces, Cipriniformes). Revista Da Faculdade De Medicina Veterinária E Zootecnia Da Universidade De São Paulo, 24(2), 149-156. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v24i2p149-156

Edição

Seção

CIÊNCIAS BÁSICAS