Atuação do Psicólogo na Visita Domiciliar

Autores

  • Mariana Luzia Aron Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP
  • Nanci Cosme Damiã dos Santos Universidade Nove de Julho, UniNove

Palavras-chave:

Visita Domiciliar, Atuação do Psicólogo, Atendimento Psicológico Domiciliar, Estratégia Saúde da Família, Psicologia Política.

Resumo

Este artigo discute a importância da visita domiciliar, os efeitos benéficos para o usuário do sistema de saúde e a função do psicólogo nesse contexto, tomando como base as vivências práticas de estagiárias e supervisora em um programa de estágio em visita domiciliar, bem como as reflexões então decorrentes. A visita domiciliar consiste em contribuir para a prevenção da doença, promoção da saúde, assistência para doenças já instaladas, liberação de leitos hospitalares, atendimento digno a pessoas que não podem se locomover até os hospitais, sendo uma importante ferramenta para auxiliar as famílias no desenvolvimento da autonomia no processo saúde-doença, permitindo aos profissionais de saúde maior compreensão da realidade do sujeito e suas relações. O objetivo do psicólogo é capacitar as famílias a utilizarem seus recursos para a resolução dos problemas enfrentados, garantindo maior autonomia aos sujeitos envolvidos. Entretanto, tal modalidade não é tradicionalmente ensinada nos cursos de psicologia, o que traz mais dúvidas e insegurança para a prática profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Luzia Aron, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP

Psicóloga pela PUC-SP; Mestre em Psicologia Social pela PUC-SP; Professora universitária.

Nanci Cosme Damiã dos Santos, Universidade Nove de Julho, UniNove

Psicóloga.

Downloads

Publicado

2015-07-03

Como Citar

Aron, M. L., & dos Santos, N. C. D. (2015). Atuação do Psicólogo na Visita Domiciliar. Revista Gestão & Políticas Públicas, 5(1), 155-167. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rgpp/article/view/102706