Meio ambiente, globalização e políticas públicas

  • Neli Aparecida de Mello-Théry Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP)

Resumo

Avanços conceituais e institucionais marcam as relações entre o meio ambiente global e as políticas públicas nacionais, desde meados do século XX ao inicio do XXI. O meio ambiente inseriu-se na agenda política em decorrência de pressões e acordos mútuos entre diferentes atores e em diferentes arenas, assim como as novas racionalidades de políticas públicas. Adotando uma perspectiva ambiental, minhas reflexões abordam Estado (globalizado), território e política pública (e sua gestão) analisando suas relações e influências mútuas, observando-os em seus novos papéis. Estabeleço, dessa maneira, uma interconexão da relação sociedade-território-Estado, com a esfera prática das políticas e ação públicas territoriais ambientais, pois considero que a relação entre os atores globais e nacionais e entre globais e locais (ou regionais) influencia na abrangência temática, espacial e social de cada política. Estas reflexões serão discutidas em três esferas: a globalização ambiental, as políticas públicas e o patrimônio amazônico. As interações em escalas internacionais, nacionais e locais que convergem de tais reflexões permitem concluir como os processos se reproduzem na Amazônia e o papel do Estado e da própria sociedade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neli Aparecida de Mello-Théry, Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP)
Docente do Bacharelado em Gestão Ambiental da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.
Publicado
2011-06-26
Como Citar
Mello-Théry, N. (2011). Meio ambiente, globalização e políticas públicas. Revista Gestão & Políticas Públicas, 1(1). Recuperado de http://www.revistas.usp.br/rgpp/article/view/97828
Seção
Artigos