Lyon, das fontes escritas ao SIG histórico – método e exemplos de aplicação

  • Bernard Gauthiez Universidade de Lyon
Palavras-chave: SIG histórico, geografia histórica, licenças de construção, imóveis, indústria da seda, Lyon

Resumo

O SIG histórico de Lyon foi desenvol­vido a partir do final da década de 1990, com o objetivo de chegar a um novo entendimento da transformação dos espaços urbanos e sociais pela espacialização dos dados à escala dos edifí­cios. Pensamos que, por tal salto na precisão de um fator 100, de uma subdivisão por 36 bairros para uma por 3.500 edifícios no período moderno, o mapeamento levaria a novas perspectivas e no­vos resultados a história urbana. Isso envolveu o trabalho ao longo de dois séculos de documentos de arquivo, registros de impostos, censos, licenças de construção, alterações de propriedade, a fim de criar bases de dados criticamente pesquisados, seguidos por layers de SIG vetorizados. Foi neces­sário desenvolver um método para revelar a espa­cialidade implícita dessas fontes escritas, estabe­lecer um mapeamento da topografia, permitido pela reconstrução cuidadosa do padrão de trama da cidade, juntamente com sua variação antes de 1800, e levar em conta a transformação do espaço, estudado na escala real de investimentos indivi­duais, através das licenças de construção verifi­cadas com as construções ainda existentes, e o re­gistro administrativo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-08-23
Como Citar
Gauthiez, B. (2016). Lyon, das fontes escritas ao SIG histórico – método e exemplos de aplicação. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (64), 21-50. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i64p21-50
Seção
Dossiê Dinâmicas de urbanização e representações espaciais: abordagem geo-histórica dos territórios com SIG