Cartografia e paisagem: o mapa como objeto de estudo

  • Mônica Balestrin Nunes Ministério das Cidades, Brasília, DF
Palavras-chave: Cartografia, paisagem, espaço, estudos urbanos, São Paulo.

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar uma abordagem da cartografia em sua forma objetiva, relacionada à produção e pesquisa de mapas, e também na forma simbólica, como ferramenta de compreensão do espaço, das relações sociais e da paisagem. Está estruturado a partir de breve consideração sobre o papel dos mapas e as relações de poder para em seguida, tratar dos mapas urbanos e como eles podem ser ferramentas na produção das cidades, com a devida distinção entre os mapas que produzem espaço e mapas que são produzidos pelo espaço. O estudo de caso é a cidade de São Paulo, entre 1930 e 1980. Estas considerações dão suporte à abordagem da leitura das paisagens por meio dos mapas e à aproximação da cartografia com a Geografia Humanista.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-31
Como Citar
Nunes, M. (2016). Cartografia e paisagem: o mapa como objeto de estudo. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (65), 96-119. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i65p96-119
Seção
Dossiê Dinâmicas de urbanização e representações espaciais: abordagem geo-histórica dos territórios com SIG