Otras protagonistas del arte argentino

las mujeres artistas en los Salones Nacionales (1924-1939)

  • Georgina Gluzman Universidade Nacional de San Martín (UNSAM, Buenos Aires, Argentina)
Palavras-chave: mulheres artistas, salões nacionais, argentina

Resumo

A partir de 1911, os Salões Nacionais da Argentina ofereceram às mulheres artistas a opor tunidade de tornar seu trabalho notório e ganhar reconhecimento. Este artigo analisa suas participações desde 1924, ano da consagração de Raquel Forner, até 1939, quando Ana Weiss de Rossi obteve o prêmio máximo. Além disso, são analisadas as trajetórias de três artistas (Catalina Mórtola de Bianchi, María Carmen Portela Cantilo e Hildara Pérez de Llansó) que encontraram no Salão Nacional um caminho (embora não fosse o único) para serem apresentadas ao público e à crítica. A recepção, a fortuna crítica e a inserção nos museus dessas cinco mulheres artistas, quatro das quais foram eliminadas da história da arte, são   examinadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Georgina Gluzman, Universidade Nacional de San Martín (UNSAM, Buenos Aires, Argentina)

Secretária acadêmica do Instituto de Pesquisa em Patrimônio Cultural da Universidade Nacional de San Martín (UNSAM) e pesquisadora assistente do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas (Conicet) da
Argentina.

Publicado
2018-12-13
Como Citar
Gluzman, G. (2018). Otras protagonistas del arte argentino. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (71), 51-79. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i71p51-79
Seção
Dossiê: Mulheres, arquivos e memórias