Sereias

sedução e saber

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i75p71-93

Palavras-chave:

Mito odisseico, Sereias, Sedução e saber, Clarice Lispector, leitura adorniana

Resumo

No recorte de um estudo do mito odisseico em contraponto com a literatura brasileira, a proposta foi trabalhar o tema das Sereias (na Odisseia e no romance Uma aprendizagem ou O livro dos prazeres, de Clarice Lispector, com uma breve incursão pela Lorelei, de Heine). Na sequência de uma leitura adorniana da Odisseia, aborda-se a sereia de um viés menos explorado na diluição desse mito, que é a inquietante relação entre sedução e saber, ou melhor: a sedução pelo conhecimento. Isso levou, inevitavelmente, a um paralelo com o mito bíblico de Adão e Eva e a Árvore do Conhecimento, e consequente superposição das imagens da sereia e da serpente (curiosamente presente no mito indígena da Mãe d’Água).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adelia Bezerra de Meneses, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Adelia Bezerra de Meneses é ex-docente e atual professora voluntária do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (DTLLC/FFLCH/USP), professora aposentada do Departamento de Teoria Literária do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas (DTL/IEL/Unicamp), pesquisadora do CNPq e autora de, entre outros, Militância cultural: a Maria Antonia nos anos 60 (Com-Arte, 2014).

Downloads

Publicado

2020-04-27

Como Citar

Meneses, A. B. de. (2020). Sereias: sedução e saber. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, 1(75), 71-93. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v1i75p71-93

Edição

Seção

Artigos