O movimento modernista como memórias de Mário de Andrade

  • José Luís Jobim Instituto de Letras na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Universidade Federal Fluminense UFF, Rio de Janeiro.
Palavras-chave: Memórias, Mário de Andrade

Resumo

Este artigo objetiva apresentar O movimento modernista como memórias de Mário de Andrade, levando em consideração tanto a narrativa de experiências pessoais desse autor como gênero discursivo quanto as questões levantadas sobre sua obra por suas memórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Luís Jobim, Instituto de Letras na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Universidade Federal Fluminense UFF, Rio de Janeiro.

Professor titular do Instituto de Letras na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e professor associado na Universidade Federal Fluminense UFF, Rio de Janeiro

Publicado
2012-09-01
Como Citar
Jobim, J. L. (2012). O movimento modernista como memórias de Mário de Andrade. Revista Do Instituto De Estudos Brasileiros, (55), 13-26. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i55p13-26
Seção
Dossiê Modernismo em debate