Produção de cidade como projeto coletivo: a ação habitacional do Instituto dos Industriários (1937-1960)

  • Nilce Cristina Aravecchia Botas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Habitação social, Institutos de previdência, Arquitetura, Cidade

Resumo

Na perspectiva de debater a relação entre autoria e trabalho coletivo, este artigo traz questões sobre a ação de engenheiros e de arquitetos no âmbito das transformações do Estado a partir de 1930 no Brasil. A análise específica da conformação da Divisão de Engenharia do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (IAPI) busca divisar as principais ideias e as ações da produção habitacional das décadas de 1940 e 1950, para entender como os debates específicos do campo disciplinar da arquitetura e do urbanismo estiveram vinculados às dinâmicas de integração do país no sistema capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nilce Cristina Aravecchia Botas, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo
Arquiteta e Urbanista, doutora pela Universidade de São Paulo, professora do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, Rua do Lago, 876, Butantã, São Paulo, SP, CEP 03178-200
Publicado
2016-12-23
Como Citar
Botas, N. C. (2016). Produção de cidade como projeto coletivo: a ação habitacional do Instituto dos Industriários (1937-1960). Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), 14(2), 31-37. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v14i2p31-37
Seção
Artigos e Ensaios