As interfaces do turismo nas praias de Jericoacoara e Tatajuba: políticas, conflitos e gestões

  • Luzia Neide Coriolano Universidade Estadual do Ceará
  • Eluziane Gonzaga Mendes Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: turismo global, conflitos, turismo comunitário.

Resumo

Este artigo analisa a interface do turismo global de Jericoacoara com a construção do turismo comunitário em Tatajuba, no município de Camocim, litoral oeste do Ceará. Esta comunidade complementa o turismo de Jericoacoara, tornando-se objeto de interesse da especulação imobiliária e das empresas do turismo. Este fato gerou conflitos, que se apresentaram pela desarticulação entre os moradores e divisão interna, no entanto, despertou na comunidade a resistência ao turismo de grandes empreendimentos, com a descoberta de possibilidades, sendo o turismo comunitário uma das perspectivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luzia Neide Coriolano, Universidade Estadual do Ceará
Profa. Dra. de Geografia e Turismo do Mestrado Acadêmico em Geografia-UECE e Coordenadora do Grupo
de Estudos Turismo e Território – NETTUR.
Eluziane Gonzaga Mendes, Universidade Estadual do Ceará
Mestre em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará – UECE, Técnica em Turismo e pesquisadora do
Laboratório de Estudos do Território e do Turismo – NETTUR.
Publicado
2009-04-01
Como Citar
Coriolano, L., & Mendes, E. (2009). As interfaces do turismo nas praias de Jericoacoara e Tatajuba: políticas, conflitos e gestões. Revista Turismo Em Análise, 20(1), 96-115. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v20i1p96-115
Seção
Artigos e Ensaios