Teorias e práticas de retorno e permanência no trabalho: elementos para a atuação dos terapeutas ocupacionais

  • Selma Lancman Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
  • Juliana de Oliveira Barros Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
  • Tatiana de Andrade Jardim Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
Palavras-chave: Terapia ocupacional, Saúde e Trabalho, Retorno ao trabalho, Serviços de Saúde do trabalhador, Saúde do trabalhador, Saúde, Trabalho.

Resumo

O trabalho é um dos aspectos determinantes dos processos saúde e doença, além de constituir-se como elemento central na construção da saúde e da identidade dos indivíduos. Dessa forma, tanto seus aspectos objetivos, como as condições de trabalho, tanto os subjetivos e relacionais, ligados à organização do trabalho constituem-se como pontos importantes de ancoragem para construção de programas de retorno ao trabalho que sejam realmente efetivos e aliem a necessidade da produção de bens e serviços à construção da saúde dos trabalhadores. A partir de um diálogo com a literatura nacional e internacional busca-se nesse artigo contribuir com o debate acerca dos aspectos relacionados ao retorno e a permanecia no trabalho e criar elementos de reflexão para as práticas e teorias da Terapia Ocupacional nesse campo de atuação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Selma Lancman, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

Profa.Titular do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP. E-mail:
lancman@usp.br

Juliana de Oliveira Barros, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
Terapeuta Ocupacional do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP, doutora em Ciências da reabilitação pela FMUSP. E-mail: juliana.obarros@usp.br
Tatiana de Andrade Jardim, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
Terapeuta Ocupacional do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP, doutora em Ciências da reabilitação pela FMUSP. E-mail: tati.ajardim@usp.br
Publicado
2016-08-17
Como Citar
Lancman, S., Barros, J., & Jardim, T. (2016). Teorias e práticas de retorno e permanência no trabalho: elementos para a atuação dos terapeutas ocupacionais. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 27(2), 101-108. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v27i2p101-108
Seção
Artigo Original