Participação da família no tratamento terapêutico ocupacional da criança com paralisia cerebral

Palavras-chave: Terapia Ocupacional, Paralisia Cerebral, Relações Profissional-Família, Criança

Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar a importância da participação da família no tratamento terapêutico ocupacional da criança com paralisia cerebral, bem como as estratégias usadas pelo terapeuta para favorecer tal participação. Foi realizada uma pesquisa qualitativa e descritiva, na qual um questionário com dez questões abertas foi respondido por 33 terapeutas ocupacionais; os dados foram tratados por meio da análise de conteúdo. Os resultados indicam que a participação da família ocorre principalmente por orientações, participação nos atendimentos e continuidade em casa do que é feito em terapia. As orientações incluem temas como posicionamento, atividades da vida diária e estimulação. Com o apoio familiar, as crianças são beneficiadas em sua evolução, participação e independência. O envolvimento da família pode ser limitado por fatores como falta de tempo, sobrecarga, desinteresse ou regras da instituição. As estratégias para favorecer este envolvimento incluem escuta e orientação, atendimento à família e criação de vínculo. Os profissionais afirmam que a participação da família é de suma importância para o tratamento, mas pode não ocorrer principalmente por dificuldades do cuidador, o que evidencia que este também necessita de cuidados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Palloma Moura de Araújo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Terapeuta ocupacional graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

Thainara Pires Gonçalo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Terapeuta ocupacional graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

Ana Paula Martins Cazeiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Terapeuta Ocupacional pela USP, mestre e doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento pela USP. Professora doutora da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Publicado
2018-11-30
Como Citar
Araújo, P., Gonçalo, T., & Cazeiro, A. P. (2018). Participação da família no tratamento terapêutico ocupacional da criança com paralisia cerebral. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 29(3), 254-262. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v29i3p222-230
Seção
Artigo Original