Foco e Escopo

A revista RUS é uma publicação eletrônica semestral da área de Literatura e Cultura Russa do Departamento de Letras Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. O principal objetivo da RUS é a divulgação dos estudos da área de russística no Brasil, por meio da publicação de trabalhos inéditos de pesquisadores brasileiros e estrangeiros, que abordem a literatura, a cultura, as artes, a filosofia, as ciências humanas na Rússia.

O público-alvo leitor é formado, sobretudo, por alunos de graduação e pós-graduação, professores, tradutores e pesquisadores da área de literatura e cultura russa, brasileiros e estrangeiros.

As submissões de artigo devem ser feitas por doutores ou doutorandos, em autoria única ou em coautoria. A revista aceita artigos de mestres, desde que os textos sejam assinados em conjunto com seu orientador, ou um professor doutor. Essa restrição não se aplica à submissão de resenhas e traduções, que podem ser assinadas por doutores, doutorandos, mestres e mestrandos.

A revista recebe trabalhos em fluxo contínuo para suas edições.

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos passam por avaliação cega por pares (double blind peer review).  Em caso de avaliações divergentes, recorre-se a uma terceira avaliação.

Periodicidade

Semestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Princípios Éticos e Política de Plágio

1) Da responsabilidade dos autores

- Os autores são responsáveis pelo conteúdo de seus artigos, assim como pelos direitos autorais de textos, imagens e demais elementos complementares ao seu artigo.

- Os autores estão de acordo em participar gratuitamente do processo de revisão por pares para este periódico no futuro.

- Os autores obrigam-se a oferecer ao periódico retratações ou correções de eventuais erros.

- Os autores devem assegurar que seu texto é original e não devem submeter o mesmo texto para mais de uma revista.

- A revista aceita tradução de artigos científicos estrangeiros, de interesse para as áreas de pesquisa pertinentes à linha editorial do periódico. Os artigos traduzidos também serão submetidos ao processo de avaliação pelos pares.

- O periódico solicita aos autores as Declarações de Autoria para se resguardar os direitos de publicação e originalidade. Essa informação pode ser encontrada em: Declaração de Direito Autoral

2) Do processo de avaliação

- Todo o conteúdo da revista é submetido à revisão por pares pelo método de avaliação por pares duplo-cego.

- Avaliação por pares é o processo de obter pareceres sobre manuscritos individuais de avaliadores peritos no campo. O processo está descrito em Diretrizes para Autores.

- O parecer deve ser o mais objetivo possível e devidamente embasado.

- Os avaliadores não devem ter conflitos de interesse e declaram isso por escrito no sistema da revista, ao realizar uma avaliação.

- Todos os artigos são tratados de forma confidencial.

- A revista entende que qualquer forma de plágio não é aceitável e usa ferramentas de revisão antiplágio.

- A decisão final sobre a publicação ou não de um texto cabe aos editores. Se o texto tiver qualidade acadêmica e cumprir os critérios estabelecidos pela revista, ele é encaminhado para a avaliação.

- Os únicos critérios de avaliação são o mérito acadêmico do texto e o aprimoramento da qualidade do conhecimento, não havendo discriminação aos autores, por quaisquer razões.

- Não é permitido aos editores usarem informações presentes nos artigos em avaliação sem o consentimento explícito dos autores.

- Os editores estão disponíveis para responder qualquer questão ética relacionada a uma submissão.

3) Da Ética na Publicação

- Em nenhum caso incentivamos más condutas ou permitimos que elas aconteçam.

- Qualquer alegação de conduta imprópria de pesquisa são imediatamente averiguadas.

- A revista está sempre disposta a publicar erratas, correções, esclarecimentos, direito de resposta, retrações e desculpas quando necessário.

4) Dos Direitos de Autor e Do Acesso Universal

- As licenças usadas pelo periódico estão descritas neste site.

- Todos os artigos em conteúdo completo estão livres de taxas e são disponibilizados em sua totalidade para qualquer leitor sem a necessidade de cadastro ou senha.

- Este periódico não cobra nenhum tipo de taxa de submissão, avaliação ou publicação, mas pode requerer a tradução do artigo.

Fontes de indexação e diretórios

LatinREV

CAPES

Diadorim

OAJI

EZB

Google Acadêmico

Mídias sociais

Facebook

Sponsors

Histórico do periódico

A idealização da revista RUS, em 2011, tem como intuito substituir o Caderno de Literatura e Cultura Russa. Publicado pela primeira vez em 2004, pela Ateliê Editorial, o primeiro número do Caderno de Literatura e Cultura Russa representou a concretização de um importante espaço para a ampliação e o aprofundamento dos estudos russos no Brasil, dando continuidade aos esforços e dedicação de Boris Schnaiderman na divulgação desta área de conhecimento entre nós. O Caderno foi o resultado, portanto, do amadurecimento de idéias que foram desenvolvidas nas últimas décadas e que ganharam maior impulso acadêmico a partir do início das atividades da pós-graduação do Curso de Russo, em 1994.

O primeiro número do Caderno de Literatura e Cultura Russa trouxe um dossiê sobre a obra daquele que é considerado o iniciador da literatura russa moderna, Aleksandr Púchkin. Já em seu segundo número, publicado em 2008, o Caderno apresentou um rico dossiê sobre a obra de Fiódor M. Dostoiévski. Nos dois casos, a revista contou com ensaios e artigos de importantes estudiosos do Brasil e do exterior.

A partir de 2011, a revista RUS cumpre a relevante tarefa de divulgar a literatura e a cultura russa no Brasil, contribuindo para o desenvolvimento e enriquecimento dos estudos de russística e promovendo a formação de novos especialistas nesta área.

Desde sua fundação, até abril de 2016, Bóris Schnaiderman, professor emérito da Universidade de São Paulo e fundador do curso de Língua e Literatura Russa da FFLCH-USP, foi membro do Conselho Científico da RUS.