O anjinho

  • Leonid Andrêiev
  • Helena Kardash Salvador Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Letras Orientais
Palavras-chave: Literatura russa, Leonid Andrêiev, O anjinho

Resumo

Leonid Andrêiev foi um dos mais populares e polêmicos escritores russos da primeira década do século XX. A diversidade de estilos tão peculiar em seus contos, novelas e peças faz com que o escritor seja considerado uma figura solitária no contexto histórico-literário, difícil de ser atrelada a qualquer movimento específico, mas que representa um momento de transição pelo qual passou a literatura russa. Entre os contos de seu primeiro livro, publicado em 1901, está O anjinho, que apresenta um episódio na vida de Sachka, um menino pobre expulso da escola por mau comportamento, mas que ainda assim é convidado para a festa de Natal de seus benfeitores. A princípio uma narrativa realista convencional, o conto sutilmente vai tocando as fronteiras do simbolismo, onde o real e o ideal conduzem ao retrato da condição humana que se delineia por toda a obra de Andrêiev.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helena Kardash Salvador, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Letras Orientais
Aluna da área de Língua e Literatura Russa do Departamento de Letras Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. A tradução do conto Anguelotchek (O anjinho), de Leonid Andrêiev, foi realizada com bolsa FAPESP para pesquisa em nível de Iniciação Científi-ca, sob orientação da professora Fatima Bianchi.
Publicado
2016-12-13
Como Citar
Andrêiev, L., & Salvador, H. (2016). O anjinho. RUS (São Paulo), 7(8), 165-182. https://doi.org/10.11606/issn.2317-4765.rus.2016.122269
Seção
Tradução