A atividade niilista entre o real e o ficcional

A experiência de Sofia Kovaliêvskaia

  • Odomiro Fonseca Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Niilismo russo, Literatura e gênero, Mulheres escritoras, Realismo russo

Resumo

O presente artigo tem como objetivo traçar semelhanças entre a vida de ativista niilista da matemática russa Sofia Kovaliêvskaia com a personagem Vera Barântsova, de sua única obra ficcional, a novela A Garota Niilista, de 1890. O Niilismo Russo foi um fenômeno social proeminente na década de 1860, que contribuiu para a disseminação de ideias liberais, como a liberação dos servos (ocorrida em 1861) e a Questão Feminina (Jênskii Voprós, em russo). A luta das mulheres neste período recaía sobre três principais bandeiras: o casamento (independência de escolha do cônjuge e separação), o direito a uma educação que se equiparasse aos homens e a participação profissional na sociedade. Sofia Kovaliêvskaia despontou como protagonista nesse processo político e trouxe em sua novela, fortes elementos da experiência pessoal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-16
Como Citar
Fonseca, O. (2018). A atividade niilista entre o real e o ficcional. RUS (São Paulo), 9(12), 89-107. https://doi.org/10.11606/issn.2317-4765.rus.2018.149588
Seção
Artigos